Microsoft Access

O Microsoft Access é um sistema relacional de gerenciamento de banco de dados, uma ferramenta poderosa que pode ser usada para classificar, organizar e mostrar em forma de relatório as informações importantes que você usa todos os dias. Devido à sua facilidade de uso, ele é uma ferramenta excelente para aqueles que estão começando a usar banco de dados, assim como para aqueles que já têm experiência. Banco de dados é definido como um caso especial de um arquivo, isto porque os componentes (campos) são relacionados entre si por alguma coisa a mais do que uma simples concatenação. Arquivos comuns de acesso direto ou seqüencial não são banco de dados de acordo com esta definição, já que seus elementos (registros) são simplesmente colocados em ordem, formando assim o conjunto. A única razão para introduzir relacionamentos adicionais entre os elementos de um arquivo é que você pode ter acesso às informações por diferentes caminhos. Assim: “Um banco de dados é qualquer arquivo que pode ser acessado por uma chave que não seja a sua chave de ordenação”.

Qualquer arquivo é ou um arquivo simples ou um banco de dados. É um arquivo simples se você tem que acessá-lo em uma e somente uma maneira; de outra forma ele é um banco de dados.

 

Banco de Dados Relacionais

Um arquivo simples pode ser acessado apenas pelo modo que é ordenado. Cada tipo adicional de acesso requer o acréscimo de redundância.

Um bom exemplo para isto é o arquivo em fichas de uma biblioteca. Quando a bibliotecária decidiu que três tipos de acesso eram necessários (pelo título, pelo autor e pelo assunto), não havia nada a ser feito, a não ser triplicar o arquivo. Um segundo exemplo é a lista telefônica: dois tipos de acesso (pelo nome e pelo tipo de serviço oferecido) significa que o arquivo inteiro tem que ser duplicado.

Com bancos de dados, há a possibilidade de um tipo muito limitado de redundância, com o uso de ponteiros (ligações entre os bancos). O processador de banco de dados é um programa que fornece modos de acesso múltiplos a um arquivo complexo, através do uso de redundância controlada. A redundância no banco de dados é invisível ao usuário. Suponhamos que uma lista de mala direta armazene informações de um cliente para um depósito comercial que distribui utensílios domésticos por atacado. O mesmo depósito poderia ter também um banco de dados separado para controle de pedidos, que incluiria campos para o número do cliente, número da mercadoria, preço unitário, quantidade pedida e o custo total. Os bancos de dados mala direta e pedido são relacionais porque possuem o número do campo do cliente em comum. Ao pesquisar pelo número do cliente e encontrá-lo na tabela de pedidos, o gerenciador de banco de dados pode determinar quem é o cliente e onde está localizado através de um banco de dados, e o que foi pedido e o custo total do pedido através de outro banco de dados. Um gerenciador de banco de dados que projeta informações através de bancos de dados ligados por um campo é chamado gerenciador de banco de dados relacional, ou sistema relacional de gerenciamento de banco de dados (RDBMS).

 

 

 

2 comentários sobre “Microsoft Access

    • Oi Leticia tudo bem, abaixo esta uma descrição clara sobre a questão, espero ter ajudado.

      Coluna Tipo de Dados
      Especifica o tipo de dados armazenados em um campo de tabela. Os tipos de dados no Microsoft Access são:
      Texto (Padrão) Um texto consistindo de até 255 caracteres ou o comprimento definido pela propriedade TamanhoDoCampo o que for menor. O valor padrão para este tipo de dados é 50 caracteres.
      Memorando Um texto com um comprimento máximo de 64 Kbytes. Os campos Memorando não podem ser indexados.
      Número Qualquer tipo numérico. Consulte a propriedade TamanhoDoCampo para obter maiores informações.
      Data/Hora Os valores da data e hora para os anos de 100 a 9999.
      Moeda Fornece uma precisão de até 15 dígitos no lado esquerdo do ponto decimal e 4 dígitos no lado direito.
      Contador Um número que será automaticamente incrementado pelo Microsoft Access sempre que um novo registro for adicionado a uma tabela. Os campos “Contador” não podem ser atualizados.
      Nota: Quando o usuário exclui registros, o campo contador não reaproveita os números que foram excluídos. Se o usuário incluiu 10 registros numa tabela, o Contador inclui automaticamente números de 1 a 10, logo a seguir o usuário resolveu excluir três registros, ou seja, excluir os registros 7, 8 e 9, Ao incluir mais um registros o contador passa a incrementar a partir do número 11, ele guarda o último número que foi incluído na tabela.
      Sim/Não Os valores “Sim” e “Não” à campos que contenham somente um de dois valores. Os campos “Sim/Não” não podem ser indexados.
      Objeto OLE Um objeto, como uma planilha do Microsoft Excel ou um gráfico do Microsoft Draw criado por um aplicativo objeto. O tamanho máximo é aproximadamente 1 gigabyte. Os campos Objeto OLE não podem ser indexados.
      Deve-se especificar o tipo de dados armazenado em cada campo de uma tabela. Cada campo armazena somente um tipo de dados.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s