História

Roxette – Marie Fredriksson e Per Gessle – saiu da Suécia no fim dos anos 80. O seu jogo era o pop, sua missão conquistar o mundo. Com 33 singles estourados nas paradas e mais de 75 milhões de cópias vendidas, parece seguro dizer “missão cumprida”. Exceto por uma coisa. Ainda não acabou. Em espera durante a recuperação de Marie Fredriksson depois de sua operação devido a um tumor cerebral em 2002, a banda gradualmente organizou uma volta que culminará em um novo álbum e uma turnê mundial em 2011.

 

Eles entraram no mundo pop com “The Look” e “Listen To Your Heart” em 1989, seguidos pela clássica balada “It Must Have Been Love” em 1990, o platinado álbum “Joyride” em 1991 e sua primeira turnê mundial. Pelos próximos dez anos estiveram no topo das paradas pelo mundo e o constante fluir de singles e álbuns de sucesso resultam em uma atordoante venda de discos.

 

Surpreendentemente, a sedutora mistura de românticas baladas e pop vivo com letras irônicas ainda parece possuir o mesmo potencial de sucesso de quando eles estouraram pela primeira vez nas rádios. Durante 2005, versões cover “Listen To Your Heart” e “Fading Like A Flower” tomaram conta das paradas de dança. Na verdade, a música permanece a mesma…

 

Marie e Per se conheceram na descontraída cidade da costa ocidental Halmstad, ainda no final dos anos 70, mas o sucesso individual os impediu de “fazerem alguma coisa juntos”. O grupo de Per, o power-pop Gyllene Tider, foi – e incrivelmente ainda é – um dos mais queridos da Suécia (embora extinto desde 1985, seus lançamentos e reuniões de 1996 e 2004 ainda repercutem pelos anais do show business sueco). A impressionante carreira solo de Marie lhe deu uma base igualmente sólida.

 

Então, em 1986, eles estavam finalmente prontos para fundir as suas forças criativas. A lógica era simples: Per tinha as canções, Marie a voz – juntos eles poderiam ir a muitos lugares. E com certeza foram. Veja aqui o que aconteceu:

 

1986
Depois de uma sugestão da EMI, Per e Marie finalmente põe em prática o seu tão falado plano de trabalhar juntos e gravam um single único, “Neverending Love”, sob o nome Roxette. Ele se torna um grande hit do verão na Suécia. Marie é aconselhada a não estragar a sua carreira solo fazendo música pop com o Roxette. De qualquer maneira, ela decide gravar com a banda. Músicas previstas inicialmente para o terceiro álbum solo de Per são utilizadas para o álbum de estréia do Roxette, “Pearls Of Passion”, que estabelece a nova dupla na Suécia.

 

1987
Roxette sai em turnê pela Suécia, tocando para 100 mil pessoas em festivais à céu aberto pelo país. Marie põe força em seu terceiro álbum solo, “Efter stormen”, antes do single de Natal do Roxette, “It Must Have Been Love (Christmas For The Broken Hearted)”, dominar as ondas de rádio suecas.

 

1988
Roxette lança seu segundo álbum, “Look Sharp!”, e excursiona pela Suécia novamente. O álbum é um triunfo na Suécia, mas um fracasso em qualquer outro lugar. Um estudante americano em intercâmbio retorna da Suécia e força a estação de rádio KDWB de Minneapolis a tocar “The Look”. De lá, “The Look” se propraga em cópias cassete para outras estações de rádio. De repente, o Roxette tem um single de sucesso nos EUA – e o álbum nem sequer havia sido lançado lá.

 

1989
A EMI rapidamente lança “The Look” nos EUA. Ela caminha até ser número 1 em março, e fica no topo das paradas em 24 outros países. Em outubro, o Roxette consegue seu segundo #1 nos EUA com “Listen To Your Heart” e sai em turnê pela Europa. “Look Sharp!” vende 8 milhões de cópias no mundo inteiro.

 

1990
Uma versão reescrita de “It Must Have Been Love” (sem a referência de Natal) vem a ser o terceiro #1 do Roxette nos EUA em junho. Ela é tirada da trilha sonora de “Pretty Woman”, que vende 9 milhões de cópias. (Em 2005, tinha sido tocada mais de 4 milhões de vezes na rádio americana, garantindo ao compositor Gessle o prestigioso prêmio BMI).

 

1991
O terceiro álbum do Roxette, “Joyride”, é lançado. A faixa título é o primeiro single e atinge a primeira posição nos EUA (e em muitos outros países) em maio. A turnê mundial “Join The Joyride” começa em Helsinque em 4 de setembro. A banda fará 108 concertos na Europa, Austrália, EUA e América do Sul antes de terminar em Estocolmo em 22 de julho de 1992. Até então, mais de 1,7 milhões de pessoas já viram o Roxette se apresentando. Após a turnê, “Joyride” ultrapassa a marca dos 10 milhões.

 

1992
“How Do You Do!” é o hit single do quarto álbum do Roxette, “Tourism”, uma coletânea de faixas ao vivo e gravações feitas em vários lugares durante a turnê mundial. Marie recobra sua carreira solo lançando seu quarto álbum sueco, “Den ständiga resan”, que é disco de platina na Suécia.

1993
Como a única banda que não tem o inglês como língua oficial, Roxette toca no “MTV Unplugged”. “Almost Unreal”, a principal faixa da trilha sonora de “Super Mario Bros”, é um hit de verão na Europa.

 

1994
O quinto álbum do Roxette, “Crash! Boom! Bang!”, é lançado em abril e inclui singles de sucesso: “Sleeping In My Car”, “Run To You”, “Vulnerable”, “Fireworks” e a faixa-título. O Roxette sai em segunda turnê mundial no outono e faz 47 shows na Europa.

 

1995
A turnê continua até a África do Sul, onde o Roxette é saudado por 130 mil fãs sul-africanos. Austrália, sudeste Asiático e o Japão são os próximos. Eles também se apresentam no Capitol Indoor Stadium em Pequim e deixam 11 mil fãs chineses enlouquecidos. Na América do Sul, a temperatura novamente atinge seu auge.

 

No outono, a coletânea de maiores sucessos “Don’t Bore Us! – Get To The Chorus” é lançada e rapidamente se torna mais uma multimilionária das vendas. Um re-formado Gyllene Tider toca na música nova do Roxette “She Doesn’t Live Here Anymore”, dessa coletânea.

 

1996
O Roxette tira um tempo muito merecido enquanto Gyllene Tider faz um retorno histórico no verão. Os ex-teen heróis conquistam o país na mais bem-sucedida turnê à céu aberto jamais realizada na Escandinávia. As vendas de “Halmstads pärlor”, uma coleção de hits do Gyllene Tider, atinge alucinantes números de mais de 600 mil cópias vendidas.

 

No outono, um álbum em espanhol das maiores baladas do Roxette, “Baladas En Español”, é calorosamente recebido em todos os países de língua espanhola. Torna-se um disco de platina na Espanha e ouro na Argentina, Venezuela, México e Chile.

 

1997
Na primavera, Per lança seu álbum power-pop “The World According To Gessle”. Para os singles “Do You Wanna Be My Baby?”, “Kix” e “I Want You To Know” ele recruta o promissor diretor Jonas Åkerlund, cujo inovadora e controversa obra provoca muita discussão e interesse (Madonna e Prodigy fazem ligações rapidamente).

 

1998
Roxette está pronto para trabalhar de novo. Em janeiro eles partem para El Cortijo, Espanha, para iniciar as gravações de seu sexto álbum de inéditas, “Have A Nice Day”. Após uma pausa de verão, as gravações continuam no outono. É finalizado em novembro. Idéias de lançar “The Centre Of The Heart” como single são descartadas no último minuto, já que a música é considerada muito fora de sincronia com o resto do álbum. Ela será colocada em melhor uso em breve.

 

1999
O primeiro single, “Wish I Could Fly”, é lançado em 1º de fevereiro e se torna um grande sucesso europeu. “Have A Nice Day” é recebido como uma inovadora e renovada volta, incluindo sucessos consideráveis como “Anyone”, “Stars” e “Salvation”. Per e Marie passam a maior parte de 1999 promovendo o álbum ao redor do mundo.

 

2000
Novo milênio, novo ano, novas canções. Na primavera, Marie resume sua carreira solo com a compilação triplo-platina “Äntligen”. Faz uma bem-sucedida turnê na Suécia antes de retornar para o campo do Roxette, para acabar o ano gravando o novo álbum, “Room Service”. Desta vez, eles decidem gravar em Estocolmo.

 

2001
Per e Marie decidem viajar ao lendário hotel Madonna Inn, na Califórnia, para filmar um inspirado videoclipe dirigido por Jonas Åkerlund para o primeiro single, “The Centre Of The Heart”, que deixada de lado em 1998 está gora mais acelerada, regravada e preparada para as paradas. Na Suécia, o single tem maior destaque no programa de TV Eurovision Song Contest. Em abril, “Room Service” é lançado. “Real Sugar” e “Milk And Toast And Honey” vão se tornar grandes sucessos nas rádios da Europa e América do Sul ao longo do ano. No outono, o Roxette volta aos palcos para mais uma turnê européia de sucesso, encerrando em frente a 11.500 fãs cantantes os saudando em Gotemburo.

 

2002
Roxette decide apoiar a compilação “The Ballad Hits” e o single “A Thing About You” com uma turnê, mas em 11 de setembro Marie desmaia em sua casa. Ela é levada hospital e diagnosticada com um tumor cerebral. Depois de uma operação bem-sucedida, Marie se retira para recuperar sua saúde, tendo forças somente semanas depois para gravar o novo single do Roxette “Opportunity Nox”, da recente compilação “The Pop Hits”.

 

2003-2005
Devido à doença de Marie, o Roxette se mantém discreto. Marie grava seu primeiro álbum em inglês, “The Change”, em 2004. Em 2003, Per alcança novos patamares comerciais e artísticos com mais de 300 mil cópias vendidas de “Mazarin”, seu primeiro álbum sueco em 18 anos.

 

Em 2004, a reunião de 25º aniversário do Gyllene Tider quebra todos os recordes, tornando-se a segunda maior turnê da Europa no ano, vendendo mais de meio milhão de ingressos somente na Suécia. O novo álbum do GT, “Finn 5 fel!”, também encontra os famosos adolescentes em boa forma, facilmente ultrapassando a marca dos 200 mil. Sem dormir sobre os louros da glória, Per alcança platina em seu álbum solo duplo, lançado sob o nome “Son Of A Plumber” em novembro de 2005.

 

Em 29 de novembro, Per e Marie se juntam em cena em Londres para pegar o prêmio BMI pela reprodução de número 4.000.000 de “It Must Have Been Love” na rádio norte-americana.

 

2006-2008
Durante 2006, os fãs do Roxette recebem um tratamento quando a dupla celebra seu vigésimo aniversário com o box “The Rox Box”, de 4 CDs e 2 DVDs, contendo os maiores sucessos do grupo bem como material nunca antes lançado, demos, gravações ao vivo e vídeos. Mas com o Roxette em espera, Marie dedica tempo para a sua arte, enquanto recupera sua força. Tendo recebido críticas favoráveis de sua primeira exposição, uma série de desenhos em carvão intitulada “After The Change”, em 2005, ela volta três anos depois com um conjunto de desenhos coloridos chamados “A Table In The Sun”. Ela ainda lança dois álbuns: “Min bäste vän”, com regravações em sueco, e “Tid för tystnad”, uma coleção de suas próprias baladas. Também canta “Where Your Love Lives”, o tema principal do filme de enorme sucesso “Arn: The Kingdom At Road’s End”.

 

Enquanto isso, Per se mantém ocupado gravando e em turnê pela Suécia com seu álbum solo “En händig man”, seguindo com um pop colorido à la anos 80 em “Party Crasher” em 2008.

 

2009-2010
Na primavera de 2009, Per embarca em turnê solo pela Europa apoiado pelo forte do Roxette, Clarence Öfwerman (teclado) e Christoffer Lundquist (guitarra), Pelle Alsing (bateria), bem como Magnus Börjeson (baixo) e Helena Josefsson (vocal de apoio). O show mistura materiais solo com clássicos do Roxette e depois de oito anos, fãs de olhos marejados vêem Marie Fredriksson se juntar à Per em “It Must Have Been Love” e “The Look” no palco em Amsterdã.

 

Pouco depois, o sonho de muitos fãs fiéis se torna realidade quando o Roxette anuncia que irá se reunir para o 25º aniversário do “Night Of The Proms” em turnê na Holanda, Bélgica e Alemanha durante o outono de 2009. A turnê é um sucesso esplêndido, compreendendo 42 shows e mais de 600 mil europeus em êxtase experenciando a volta do grupo em um som novo e clássico com uma orquestra sinfônica completa. A turnê dá tão certo que o Roxette começa a olhar mais adiante, compondo novo material para um álbum de retorno assim como arranjando novos concertos para 2010.

 

Em 18 de junho de 2010 o Roxette se apresenta ao vivo no casamento da rainha Victoria com Daniel Westling no Castelo Real em Estocolmo. Algumas semanas depois, a banda sai em sua turnê de verão começando pelo Hotel Tylösand, ficando em frente a espectadores suecos pela primeira vez desde 2001. Seis shows na Suécia, Dinamarca, Noruega e Rússia são uma prova convincente de que o Roxette está de volta no jogo. A demanda por ingressos é inesperadamente alta e em Moscou o Roxette vende mais que Ozzy Osbourne e Sting, que tocam no mesmo estádio na mesma semana.

 

De volta ao lar na Suécia, o Roxette continua as gravações para o álbum que está por vir, enquanto anuncia sua turnê mundial de 2011 – sua primeira jornada ao redor do mundo desde a turnê “Crash! Boom! Bang” de 1994-95. O futuro é tão brilhante que eles vão ter que usar óculos escuros…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s