ORACLE

O Oracle é um SGBD (sistema gerenciador de banco de dados) que surgiu no fim dos anos 70, quando Larry Ellison vislumbrou uma oportunidade que outras companhias não haviam percebido, quando encontrou uma descrição de um protótipo funcional de um banco de dados relacional e descobriu que nenhuma empresa tinha se empenhado em comercializar essa tecnologia.

Ellison e os co-fundadores da Oracle Corporation, Bob Miner e Ed Oates, perceberam que havia um tremendo potencial de negócios no modelo de banco de dados relacional tornando assim a maior empresa de software empresarial do mundo.
Além das diferentes versões do software de gerenciamento de banco de dados Oracle, a Oracle Corporation subdivide seu produto em “edições” variáveis – aparentemente por razões de marketing e controle de licenças.

O SGBD da Oracle é líder de mercado. O Oracle 9i foi pioneiro no suporte ao modelo web. O Oracle 10g, mais recente, se baseia na tecnologia de grid. Recentemente fora lançado o Oracle 11g que veio com melhorias em relação ao Oracle 10g.

Além da base de dados, a Oracle desenvolve uma suíte de desenvolvimento chamada de Oracle Developer Suite, utilizada na construção de programas de computador que interagem com a sua base de dados.

A Oracle também criou a linguagem de programação PL/SQL, utilizada no processamento de transações.

Edições

* Enterprise Edition (EE) inclue mais funcionalidades que a ‘Standard Edition’, especialmente nas áreas de performance e segurança. A Oracle Corporation licensia este produto na base de usuários ou de processadores, normalmente para servidores com 4 ou mais UCPs. E não tem limite de memória e pode utilizar clusterização usando o software Oracle RAC.
   

* Standard Edition (SE) contem a funcionalidade básica de banco de dados. A Oracle Corporation licensia este produto na base de usuários ou de processadores, normalmente para servidores com um à quatro UCPs. Se o número de UCPs exceder 4, o usuário deve migrar para a licensa Enterprise. SE não possui limite de memória e pode utilizar clusterização com o Oracle RAC sem custo adicional.
   

* Standard Edition One, introduzido com o Oracle 10g, possui algumas restrições de funcionalidades adicionais. A Oracle Corporation comercializa-o para uso em sistemas com uma ou duas UCPs. Ela não possui limitações de memória.
   

 * Express Edition (‘Oracle Database XE’), introduziada em 2005, oferece o Oracle 10g livre para distribuição nas plataformas Windows e Linux (com uma limitação de apenas 150 MB e restrita ao uso de apenas uma UCP, um máximo de 4 GB de dados de usuário e 1 GB de memória). O suporte para esta versão é feito exclusivamente através de fóruns on-line, sem o suporte da Oracle.
   

* Oracle Personal Edition fornece a funcionalidade de “alto fim” da Enterprise Edition mas é comercializada (e licenciada) para desenvolvedores específicos que trabalham em estações de trabalho pessoais.
   

* Oracle Database Lite, destinada para rodar em dispositivos móveis. O banco de dados, localizado parcialmente no dispositivo móvel, pode sincronizar com uma instalação baseada em servidor.

Oracle é basicamente uma ferramenta cliente/servidor para a gestão de Bases de Dados. É um produto vendido a nível mundial, embora a grande potência que tem e seu elevado preço, faz com que só se veja em empresas muito grandes e multinacionais, por norma geral. No desenvolvimento de páginas web acontece o mesmo: como é um sistema muito caro não está tão espalhado como outras bases de dados, por exemplo, Access, MySQL, SQL Server, etc.tecnologia cliente/servidor, portanto, para sua utilização primeiro, seria necessário instalar a ferramenta servidor (Oracle 8i) e posteriormente poderíamos atacar à base de dados desde outras máquinas com ferramentas de desenvolvimento como Oracle Designer e Oracle Developer, que são as ferramentas básicas de programação sobre Oracle.

Vamos agora centrarmos no que é Oracle exatamente e como funciona a programação sobre este. Oracle como antes foi mencionado se baseia na

Para desenvolver em Oracle utilizamos PL/SQL uma linguagem de 5ª geração, bastante potente para tratar e gerenciar a base de dados, também por norma geral costuma-se utilizar SQL ao criar um formulário.

É possível logicamente atacar a base de dados através do SQL plus incorporado no pacote de programas Oracle para poder realizar consultas, utilizando a linguagem SQL.

O Developer é uma ferramenta que nos permite criar formulários em local, ou seja, mediante esta ferramenta nós podemos criar formulários, compilá-los e executá-los, mas se quisermos que os outros trabalhem sobre este formulário deveremos copiá-lo regularmente em uma pasta compartida para todos, de modo que, quando quiserem realizar uma mudança, deverão copiar de tal pasta e logo voltar a subir à pasta. Este sistema como podemos observar é bastante complicado e pouco confiável, pois é normal que as versões percam e se insistam com freqüência. A principal vantagem desta ferramenta é que é bastante intuitiva e dispõem de um modo que nos permite compor o formulário, tal e como o faríamos em Visual Basic ou em Visual C.

Os problemas anteriores estão totalmente resolvidos com Designer que é uma ferramenta que se conecta à base de dados e portanto, criamos os formulários nela, desta maneira todo mundo se conecta mediante Designer à aplicação que contem todos os formulários e não há problemas de diferentes versões, isto é muito útil e perfeito para evitar massacrar o trabalho de outros. Mas, o principal e mais notável problema é a falta de um meio visual para desenhar o formulário, ou seja, nos aparece uma estrutura como de árvore na qual inserimos um formulário, e ao mesmo tempo dentro deste inserimos blocos ou módulos que são as estruturas que conterão os elementos dos formulários, que podem estar baseados em tabelas ou não.

Portanto, se quisermos fazer formulários para praticar ou para provar o que é isto de Oracle, recomenda-se que se use Developer, pois é muito mais fácil e intuitivo à princípio.

Veja também:

Arquitetura do Banco de Dados Oracle 11g no Windows

 

Introdução

 

Estruturas Físicas

 

Downloads

 

Instalando e Configurando Oracle em Linux

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s