Windows 7 já tem 20% do mercado, mas fatia do velho XP ainda incomoda

O Windows 7 rompeu a marca de 20% de fatia do mercado em dezembro, algo que seu antecessor Vista nunca conseguiu, afirmou uma empresa de métricas na web.

Dados fornecidos pela Net Applications no sábado (1/1) apontam que a fatia de uso online do Windows 7 foi de 20,9% em dezembro, 1,2 pontos porcentuais a mais que o mês anterior.

Enquanto isso, o Windows Vista caiu meio ponto, ficando em 12,1% – sua participação mais baixa desde julho de 2008. O pico do Vista foi de 18,8%, mês em que a Microsoft lançou o Windows 7.

No geral, a fatia de uso do Windows caiu meio ponto, para 90,3%. Em 2010, essa participação caiu 2 pontos.

Sistemas móveis

Boa parta das perdas do Windows foram ganhos para sistemas operacionais móveis. O iOS, da Apple, aumentou sua fatia em 0,3 ponto porcentual em dezembro. O Android, da Google, teve aumento de 0,1 ponto.

O Mac OS X permaneceu estável em dezembro, com 5%.

Entre as edições que a Microsoft ainda suporta, o Windows XP foi a que teve maior queda em dezembro, perdendo 1,2 ponto. O sistema encerrou 2010 com uma participação de 56,7%.

As perdas do Windows XP continuaram aceleradas. Sua fatia de mercado caiu 3,3 pontos porcentuais no quarto trimestre de 2010. Em comparação, o velho sistema operacional havia perdido 2,4 pontos no terceiro trimestre e apenas 2 pontos no segundo trimestre.

A Microsoft tem pedido aos usuários do XP que larguem o sistema para adotar o Windows 7. Analistas têm dito que a mensagem tem surtido efeito: de acordo com uma pesquisa de outubro feita pela Dimensional Research, mais de um terço das empresas já implementaram uma migração parcial para o Windows 7, ao passo que uma em cada 17 empresas migraram todas suas máquinas para o novo sistema.

Vida longa

Mesmo assim, é provável que o XP permaneça entre nós por muitos anos. Os dados mais recentes da Net Applications indicam que, se o Windows XP continuar a perder fatia de mercado ao ritmo médio dos últimos três meses, ele não cairá para menos de 50% antes do terceiro trimestre de 2011, e ainda responderá por 12,6% de todos os sistemas em uso no segundo trimestre de 2014, quando está previsto o fim de seu suporte.

Imaginando que a Microsoft vá lançar a próxima versão do Windows, chamada de Windows 8, três anos depois da estreia do Windows 7, este último deverá atingir seu pico de 44,7% em outubro de 2012.

O ciclo de desenvolvimento de três anos do Windows – um plano que executivos da Microsoft reafirmaram várias vezes, desde o lançamento do atrasado Vista – significa que dificilmente uma única versão chegará a ter o mesmo monopólio atingido pelo Windows XP.

De acordo com a Net Applications, o XP teve 83,6% de mercado em novembro de 2007, o primeiro mês de medição desde que reconfigurou sua metodologia para levar em conta o peso da população online de cada país.

A Net Applications calcula o uso de sistemas operacionais a partir de dados obtidos dos 160 milhões de visitantes únicos que navegaram os 40 mil sites web que monitora. As estatísticas de dezembro para sistemas operacionais estão disponíveis em seu site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s