Oracle Desativa Servidores de Teste PostgreSQL

A Oracle aprontando mais uma em sua aparentemente guerra contra o software livre, e a estabilização de um monopólio de serviços pagos. De acordo com um relatório, a companhia desativou sem aviso prévio alguns servidores que a Sun Microsystems havia oferecido para a construção de uma farm para o projeto PostgreSQL. Parece não haver dúvidas dessa ser uma tática de mercado da Oracle, contra seu concorrente de código aberto. A própria Comissão Européia, a mesma responsável pela aprovação da aquisição da Sun Microsystems pela Oracle, descreve claramente o PostgreSQL como “uma força competitiva no mercado”.

A farm que foi parcialmente desativada, era formada por vários sistemas rodando Linux, Unix, Windows e outros sistemas operacionais. Ela estava programada para efetuar o download automático, sempre do último código-fonte lançado pelo projeto PostgreSQL. A seguir, o sistema compilava e executava testes com o banco de dados. Ao final do processo, relatórios eram gerados e enviados de volta para os desenvolvedores, que poderiam analisar de forma rápida a existência de problemas na execução do PostgreSQL com algum sistema operacional em particular.

Para ser mais específico, e lembrar um pouco os fatos, a Sun havia fornecido três servidores para que o projeto PostgreSQL pudesse testar seu banco de dados no sistema operacional Solaris. E foram justamente esses servidores que a Oracle “puxou a tomada” no início de julho deste ano de 2010, sem nenhum aviso prévio para os desenvolvedores do PostgreSQL. Agora, para continuar testando e mantendo o suporte ao Solaris (agora chamado de oracle Solaris), o projeto está a procura de novos servidores para continuar seu desenvolvimento.

Atualmente, parece que estamos vivenciando uma atitude bastante predatória por parte da Oracle para o mercado de código aberto. Essa foi apenas mais uma das inúmeras atitudes por parte do monopólio em “destruir” sua concorrência de Software Livre. E para piorar as coisas, muitos ainda acreditam que a Oracle poderá continuar seus ataques até que não reste mais nenhum projeto de código aberto da finada Sun. Inclusive, há rumores de que o próprio Java poderá ser a próxima bola da vez.

Pelo visto, a Oracle está mostrando de forma bastante clara, os perigos de grandes fusões e o conseqüente surgimento de monopólios poderosos no mercado. Com a criação de monopólios, diminui-se a concorrência, e com isso9, a empresa “vitoriosa” pratica mercado da maneira que bem lhe entender (i. é, que dê mais lucro para ela).

O que mais espanta nessa história é ver que a Comissão Européia deixou que essa fusão ocorresse (a fusão da Sun Microsystems com a Oracle). Será que a comitiva não percebeu o quão prejudicial para o mercado seria uma possível atitude predatória contra o código aberto? Ou realmente eles não vêem o código aberto como mercado?

E quanto ao PostgreSQL, a equipe não deve ficar chateada com a perda desses servidores. Muito pelo contrário! Eles deveriam avaliar a situação como um verdadeiro reconhecimento da Oracle quanto ao seu concorrente, o PostgreSQL. Quanto a parte da farm perdida, outras empresas, ou mesmo doações de usuários, poderão oferecer melhores condições de teste e análise para o banco de dados do projeto. Isso se for realmente de interesse do projeto PostgreSQL continuar dando suporte para o Solaris. E não vejam isso como uma represália do elefante. O problema ainda pode estar do outro lado, caso a Oracle resolva dificultar ainda mais o desenvolvimento de suporte a sua plataforma pelos desenvolvedores do PostgreSQL. Aparentemente a Oracle planeja utilizar o Solaris com exclusividade para o Oracle, o que com certeza dificultaria a implementação e o suporte de qualquer projeto de bancos de dados concorrentes (seja ele de código aberto ou não).

A Oracle poderia até estar “no seu direito” de desligar os servidores, já que correspondem a parte integrante de sua mais recente aquisição. Mas o potencial perigo de atitudes predatórias como essa (aliada a “falta de educação” de não comunicar previamente o desligamento dos mesmos) culminam em um alerta para todo o mercado (que possui cada vez mais participação do código aberto).

O que está acontecendo aqui e agora é mais um alerta para toda a Comunidade SL/CA (Software Livre e de Código Aberto). Mantenham os seus projetos livres, sempre. E em vez de fazer concorrência com outros projetos de código aberto, façam parcerias de desenvolvimento. Unam-se! E profissionalizem o desenvolvimento de seus projetos. Se com os recentes “avanços” da Oracle, a guerra deixou de ser fria, contra-ataquem. Não tem nada pior para uma empresa que comercializa código proprietário, do que ver código aberto igual ou melhor que o deles, sendo utilizado de forma gratuita (sendo redundante).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s